Quando falamos de lesões pigmentadas, elas são manchas ou placas de coloração escura. Em sua maioria são benignas e não oferecem risco à saúde.

As lesões pigmentadas benignas podem ser classificadas de acordo com a sua profundidade:

Lesões epidérmicas: são as mais superficiais. Entre elas podemos citar as sardas, os lentigos solares, a hiperpigmentação pós inflamatória, ceratoses seborréicas pigmentadas, a mancha café com leite e alguns tipos de pintas ou nevos.

Lesões dérmicas: estão localizadas mais profundamente. Incluem a mancha mongólica, o nevo azul e os nevos de Ota e Ito.

Lesões mistas: podem possuir componentes superficiais e profundos. Podemos incluir aqui o melasma, o nevo de Becker e melanocitoses adquiridas, como o nevo de Hori.

As lesões pigmentadas também podem ser de origem exógena, como as tatuagens. De forma geral, elas são tratadas de acordo com a sua causa.

Uma lesão pigmentada duvidosa ou maligna, como o melanoma ou o carcinoma basocelular, deve ser removida cirurgicamente.

Lesões pigmentares podem ser tratadas com laser, como os da Quanta System, que são sinônimo de máxima eficácia e robustez em resultados, seguros para todos os fototipos. Os laseres mais eficazes e seguros para tratar lesões pigmentares benignas são os lasers de picossegundo, que provocam um efeito fotoacústico, fragmentando as partículas de pigmentos em partículas menores, permitindo que sejam absorvidas pelo sistema linfático. Sua segurança se deve ao fato de não provocar o aquecimento da pele e sem risco de hiperpigmentação.

Tratamento

ODiscovery PICO Plus da Quanta é considerado o mais avançado equipamento a laser de picossegundo, com a maior potência do mercado: 1,8GW. Ele possui três diferentes comprimentos de onda: 532nm, 694nm, 1064nm e é até duas vezes mais potente que outros lasers de picossegundo, o que permite um altíssimo pico de energia mesmo com os spots maiores.

Isso permite maior eficácia no tratamento do melasma, lesões pigmentares benignas isoladas superficiais e profundas, além de tatuagens de todas as cores.

Através do pulso de 2 nanosegundos e 750 picosegundos, ocorre a quebra do pigmento da tatuagem e/ou melanina em micropartículas, que são reabsorvidas pelo sistema linfático.

O Discovery PICO Plus é usado para uniformizar a pigmentação da pele, clarear o melasma e olheiras e ainda para estimular a produção de colágeno.

Resultados visíveis em poucas sessões

O laser no seu estado mais puro trata as lesões pigmentadas em todos os fototipos, melasma, poros, textura da pele, remoção de tatuagem – todas as cores, lesões vasculares, cicatriz de acne, atrófica e cirúrgica, hiperpigmentação pós-inflamatória, rejuvenescimento e resurfacing.

O Discovery PICO Plus pode ser usado em todos os tons de pele, para infinitas possibilidades de tratamentos.

Quer saber mais sobre a tecnologia e todo o universo da grife italiana de laser Quanta System? Acesse aqui!

 

Compartilhe
Veja os posts

RELACIONADOS


Faça uma
Cotação