Como discutimos em um post publicado anteriormente, desde o início da pandemia houve um aumento de 161,7% nas vendas de produtos relacionados a cuidados com a pele. Este aumento mostrou uma maior tendência do brasileiro de aderir a rotinas de skincare em casa, fazendo seu próprio tratamento para manchas na pele e outros cuidados.

Acredita-se que esta nova tendência se deve ao fato de que, durante a pandemia, com o fechamento de muitos locais de trabalho, as pessoas, além de ficarem mais tempo em casa, também passaram a ter mais tempo livre.

Agora com a volta à normalidade sendo uma realidade, fica a pergunta: será que as pessoas vão continuar aderindo às suas rotinas de skincare? O tratamento para manchas na pele caseiro vai sair de moda?

Com a volta das rotinas de trabalho, os tratamentos rápidos e não invasivos, como a radiofrequência facial e corporal e também o tratamento a laser para mancha de espinha, são os novos protagonistas da nova relação dos brasileiros com a pele.

O tratamento para manchas na pele caseiro durante a pandemia: entenda o fenômeno

Em pesquisa, 50% das pessoas entrevistadas afirmaram ter mais tempo livre desde o início da pandemia. Este tempo livre significa mais tempo para as pessoas se dedicarem às suas rotinas de skincare. Além disso, as adversidades e desafios que vieram como consequências da pandemia causaram um aumento de estresse e outras condições de saúde mental, questões que também impactam a aparência – e que também foram demonstradas na mesma pesquisa.

Apenas 15% dos entrevistados na pesquisa se disseram preocupados com os sinais do envelhecimento. Já outros 28% relataram uma preocupação maior com sinais do cansaço e do estresse. Isso demonstra uma mudança de interesse das pessoas, contrariando as tendências dos últimos anos, onde procedimentos que visam reduzir os sinais da idade – como a harmonização facial, tratamentos com Ultraformer III e lasers como o Q-Plus da Quanta System, têm estado no topo das demandas das clínicas dermatológicas.

Por isso, uma rotina de skincare, um tratamento para manchas na pele como olheiras, espinhas e outros sinais do estresse têm sido mais explorados pelos brasileiros. Mas, e daqui para frente?

A ascensão dos tratamentos não invasivos

O aumento da popularidade de procedimentos dermatológicos não invasivos não é de hoje. Em 2016 já foi constatado em um Censo realizado pela SBCP (Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica) um aumento de 390% na procura por tratamentos estéticos não cirúrgicos. Esta tendência pode estar prestes a ganhar um boom maior ainda em um futuro muito próximo.

Como observado na pesquisa citada anteriormente, a melhoria da relação dos brasileiros com a pele não se deve somente ao fato de terem mais disponibilidade para estes cuidados, mas também a uma preocupação acentuada com os sinais do cansaço. Com a volta das rotinas normais de trabalho, o tempo livre diminui, mas a preocupação deve permanecer. E é neste momento que os tratamentos não invasivos ganham seu lugar.

Estes procedimentos, que dispensam o uso de bisturis, incisões e, principalmente, de períodos de repouso pós-operatório prolongados, são realizados em sessões rápidas e sem nenhum downtime, sendo excelentes para fazer no período do almoço ou pós-expediente, pois os pacientes saem aptos para retomarem suas atividades diárias imediatamente.

Além disso, estes tratamentos apresentam resultados melhores e mais duradouros que qualquer tratamento caseiro. Desta maneira, é atendido tanto a demanda por um tratamento para manchas na pele eficaz, quanto a necessidade de procedimentos que tomem menos tempo do paciente.

Prepare-se para o futuro

Com uma tendência de crescimento que vem se mantendo há anos, e uma previsão de boom para um futuro próximo, este pode ser um momento chave para o investimento em tecnologias que ofereçam tratamentos não cirúrgicos para seus pacientes.

Existe uma grande variedade de tecnologias disponíveis no mercado, desde equipamentos de radiofrequência facial e corporal, como Endymed que oferece uma enorme gama de tratamentos de radiofrequência e é ideal para potencializar tratamentos 360 a aparelhos que realizam tratamento a laser para manchas de espinhas, como é o caso da grife italiana Quanta System com suas tecnologias Q-Plus e Discovery PICO Plus, que entregam um resultado ainda mais potente. Esta se apresenta como uma oportunidade única de diversificar o portfólio de tratamentos da sua clínica, e se preparar para um crescimento de demanda vindouro.

Ser a clínica que pode oferecer um tratamento para manchas na pele que não requer muito tempo do seu paciente pode ser o diferencial que vai fazer o seu negócio se destacar no mundo pós-pandemia. Isso se torna um objetivo fácil se analisado a enorme busca de tratamentos para esse perfil, ou seja, alta rentabilidade de tecnologias que oferecem um leque maior de opções de tratamento e ainda podem ser combinadas entre si, como Quanta System com seus lasers mais potentes e versáteis do mercado, e Endymed, com a exclusiva tecnologia 3Deep para flacidez.

Compartilhe
Veja os posts

RELACIONADOS


Faça uma
Cotação