Muito já foi falado sobre os impactos da Pandemia na autoestima e nos comportamentos de beleza da população mundial e brasileira. Porém, ainda sentimos no mercado como essa transformação chegou aos consultórios como demandas, reclamações e também, muitas vezes, como a primeira vez de muitas pessoas no mundo dos tratamentos estéticos-dermatológicos. 

Dentro das buscas mais comuns que foram notadas pelos novos hábitos adquiridos na pandemia, destacamos as mais importantes:

Tratamento para olheiras

O sentimento de cansaço, o sono prejudicado e o excesso de câmera nas videochamadas acabou por chamar a atenção para essa questão dos pacientes. Existem diversas formas de tratamento para olheiras, sendo inclusive um objetivo relativamente simples de se atingir. Tecnologias como o Laser Q-Plus de Quanta Systems, podem oferecer ótima solução para a pigmentação sendo considerado o melhor laser para manchas no segmento de nanossegundos. Assim como o Ultraformer III, por fornecer uma ancoragem muscular e aumentar a produção de colágeno, auxilia no preenchimento e na flacidez que confere o ar cansado ao olhar.

Manchas, melasma e fotoenvelhecimento.

Assim como as olheiras, as manchas da pele também conferem um ar mais velho e faz com que muito da jovialidade da face seja perdida. O excesso de telas e a exposição à luz branca fez aumentar a busca por tratamentos nos consultórios dermatológicos e também na internet. 

Mas, respondendo a pergunta que é sempre feita nos consultórios, qual o melhor laser para manchas? O Q-Plus neste quesito se supera em diversos aspectos. Por ser um laser de nanossegundos, quebra os pigmentos com muito menos tempo de fluência, entregando resultados muito superiores com menos sessões e em menos tempo de aplicação. 

Outro equipamento ideal para tratar as manchas na pele é o laser de Thulium Lavieen. Por ter alta afinidade com a água, garante a renovação dos tecidos. Ideal para suavizar o melasma e outras manchas, o calor do laser causa um dano controlado nas camadas da pele, removendo a melanina de pigmentações em excesso e ocasionando o efeito glow. 

Queda de cabelo

Outra alta em demanda nas clínicas e consultórios é a busca por tratamento de queda capilar. Além de hábitos e fatores genéticos, pessoas tiveram COVID-19 passaram a se queixar do problema. Hoje, já se sabe que queda de cabelo é uma das sequelas que a doença pode causar e tornou-se uma das queixas também comuns nos consultórios. 

O tratamento de alopécia, afinamento e queda deve ser feito com o apoio de uma avaliação minuciosa do dermatologista, que pode contar com tecnologias como o Hairmetrix, da Canfield. 

Após a avaliação será possível traçar os melhores caminhos, como o uso de medicamentos, tônicos, drug delivery ou o uso de tecnologias para tratamento, como o Endymed, com a ponteira iFine e seu microagulhamento robótico. Outro grande aliado no estímulo capilar é o Laser Lavieen.  

Independente da queixa do paciente, é importante que a clínica possa atender a demanda em todos seus aspectos. Analisando doenças, estética e oferecendo um portfólio eficaz de tecnologias, especialmente em momentos delicados como esse de lidar fisicamente e emocionalmente com meses epidêmicos.

Compartilhe
Veja os posts

RELACIONADOS


Faça uma
Cotação