Mulheres de todas as idades chegam aos consultórios médicos e clínicas dermatológicas com uma queixa comum: a flacidez na barriga. Todas elas compartilham da necessidade por alternativas modernas e duradouras para tratar o problema e melhorar o contorno corporal.

De fato, a ciência traz com frequência novas maneiras de minimizar esse problema, como é o caso da tecnologia HIFU (High Intensity Foccused Ultrasound). Entre seus principais diferenciais, o ultrassom de alta intensidade está o fato de entregar pontos de coagulação térmica em uma série de linhas de diversas profundidades atingindo a derme profunda até a camada muscular SMAS (sistema músculo aponeurótico superficial), possibilitando assim a contração imediata do colágeno e dando início à síntese de colágeno novo e a ablação subcutânea dos tecidos adiposos devido à vibração molecular ocasionada pelas ondas de ultrassom.

A energia ultrassônica emitida pelos equipamentos com tecnologia HIFU é sem dúvida uma excelente opção para melhorar os aspectos de flacidez da pele, mas quando trata-se de flacidez na barriga e de áreas maiores do corpo esta tecnologia precisa vir acompanhada de possibilidades HIFU macro focadas, ou seja, que atinjam além de profundidade, áreas maiores. Isso porque a entrega focalizada de energia micro focada em áreas como a barriga e coxas não consegue atingir a totalidade do tecido adiposo subcutâneo de área corporais, ocasionando um tratamento mais lento e menos eficiente do que se tratado com uma tecnologia HIFU específica para corpo.

A flacidez na barriga o ultrassom micro e macro focado

A tecnologia HIFU micro e macro focado, presente na nova geração de ultrassom como é o caso do Ultraformer III,  emite energia ultrassônica de alta intensidade, provocando microzonas de coagulação térmica entre 65°-75° graus, em diferentes profundidades e áreas de tratamento. Essas altas temperaturas atingem desde as camadas mais superficiais da pele até as mais profundas, incluindo a fáscia muscular, promovendo assim a produção e remodelação do colágeno em diferentes profundidades.

Como a energia do Ultraformer III é focada e ele possui transdutores específicos para entregar a energia em pequenas e grandes áreas, o aquecimento localizado ao redor do ponto de coagulação pode ser emitido de forma micro e macro focada, sem causar danos ao redor do tecido.

No caso do uso do ultrassom micro focado, o equipamento melhora a espessura dérmica para um lifting facial não invasivo, com pequena zona de dano térmico. Já o uso macro focado, atinge o tecido gorduroso subcutâneo, com dano térmico oito vezes maior, ajudando na remodelação do contorno corporal.

Quais as vantagens de operar um ultrassom micro e macro focado?

Entenda o motivo do  Ultraformer III ser a evolução do ultrassom

Se você procura um tratamento para agregar valor na sua clínica não invasivo com atuação contra a flacidez na barriga e outras regiões além da gordura localizada, que traga segurança para seus pacientes, rápida recuperação e menos dor, não hesite em conhecer o Ultraformer III e todos os seus diferenciais.

Compartilhe
Veja os posts

RELACIONADOS


Faça uma
Cotação